Simplesmente não sei, mas choveu…

Todavia choveu

contra todas as minhas forças,

choveu…

 

Contra todos os meus princípios,

simplesmente, não sei,

mas choveu…

 

Choveram amores,

Choveram paixões,

Arderam-se mares

e queimaram-se emoções… 

Anúncios

Perdas Não Perdidas

E hoje eu me apercebo de que …

Ontem eu só perdi

o amor,

a paixão,

a euforia,

pensei ter perdido a alegria,

e a dignidade

 

Hoje eu só perdi

o sorriso,

a paciência,

a esperança

e a honestidade

 

Amanhã eu só vou perder

um amigo,

um sentido

e um olhar

 

Pensando bem afinal não perdi nada

Ainda tenho coragem,

mas já não a sei usar …

Ainda tenho garra,

Mas acho melhor parar de lutar.

Só de imaginar o que isto pode causar …

dá-me vontade de não voltar

a sonhar

 

 

Sentimentos

Hoje olho para trás

E vejo tudo,

e vejo tudo o que perdi

Amores que desiludi,

Paixões que deixei partir,

Umas amizades perdidas

e outras fortalecidas

 

Eu hoje olhei para o futuro

Tentei só espreitar

Por Um buraquinho …

tentei desvendar,

alguns tabus que por aqui …

talvez pairem

 

Nós hoje vimos o que ganhamos, …

o que ganhamos com sermões …

com todos aqueles ganhes a feijões …

 

Mas tudo o que mais custa é ver

tudo o que perdi hoje,

tudo o que sinto agora

Outro

E outro dia já passou

Outro dia em que demos

importância tudo,

menos àquilo que temos

 

E outro mês já passou

Outro mês em que nos preocupamos

com tudo e com nada,

ao mesmo tempo

 

E outro ano já passou

Outro ano em que valorizamos

Tudo e todos, menos

em tudo aquilo em que acreditavamos

 

E o tempo vai passando

Vai passando como se nada fosse

Como se nada exixtisse em seu redor

Com egoísmo total, não havendo até maior

 

Volta…

Não vás..

Fica junto de mim..

Sei que parece obsessão talvez até perseguirão,

Mas quero aqui só pra mim

 

Se fores..

Volta, mas volta rápido

Vem a correr pra cá,

Porque eu não sei viver sem seu abraço

 

Sei que foste,

Sei que não vens mais,

Sei que a gente não vai ficar juntos,

Mas não sei se aguento mais…

… nunca …

Nunca pensei que fosses assim

Rude, sem escrúpulos

que mal há em ti ?

 

Nunca te ouvi, como ontem ali

sem modos, sem maneiras

tuas regras, estão aí?

 

Nunca te vi tão brusco assim

tão bruto, tão frustado, mas …

teu coração está aí?

 

Nunca pensei alguma vez assim

tão lenta, tão besta

me pergunto assim:

Se nunca, mas nunca te vi assim 

Se nunca mas nunca te ouvi assim

Se nunca, mas nunca pensei assim

Começo a matutar talvez o mal,

está em ti …

 

 

Todos os anos

Todos os anos

eu choro,

eu caiu,

eu odeio,

eu parto …

 

Todos os anos

eu prometo,

enlouqueço

e desfaço-me

 

Todos os anos 

eu faço-me acreditar

que talvez o amor,

não exista … 

 

Todos os anos 

há alguém que por momentos

me faz acordar e sair,

apenas por momentos, do meu

cantinho pequenino,

onde há muito me refugiei 

 

Todos os anos eu volto 

a me magoar 

e a me fazer prometer 

que as pessoas são todas iguais 

 

 

 

Sociedade

Esta sociedade

está cada vez mais pobre

vês pessoas na rua

mesmo à beira da morte

 

Esta sociedade de lixo

está sempre a surpreender

os políticos não são quem eram

já só querem enriquecer

 

 Esta sociedade 

está cada vez mais podre

os ricos compram os pobres

como se comprassem produtos no pingo doce

 

Esta sociedade de lixo

não tem espaço pra mim

num dia tenho casa

no outro não sei onde vivi

 

Nesta sociedade 

já não me sinto segura

temos medo dos sem abrigo

mas fomos nos a mete-los na tortura.